O que ensina o Espiritismo

dezembro 10th, 2012 | Posted by Rafael Fidelix in Sem categoria - (0 Comments)

Artigo publicado na Revista Espírita de Agosto de 1865 Há criaturas que perguntam quais são as conquistas novas que devemos ao Espiritismo. Pelo fato de ele não ter dotado o mundo com uma nova indústria produtiva, como o vapor, concluem que ele nada produziu. A maior parte dos que fazem tal pergunta, não se tendo …
Read more

As seguintes questões estão no Capítulo XXIV – Da identidade dos Espíritos, em O Livro dos Médiuns 1ª Por que sinais se pode reconhecer a superioridade ou a inferioridade dos Espíritos? “Pela linguagem, como distinguis um irrefletido de um homem sensato. Já dissemos que os Espíritos superiores jamais se contradizem e só dizem boas coisas. …
Read more

Artigo publicado na Revista Espírita de Fevereiro de 1869 Em casa de um dos membros da Sociedade de Paris que faz reuniões espíritas, desde algum tempo vinham bater à porta, e quando iam abrir, não encontravam ninguém. Os toques de campainha eram dados com força e como que por alguém que estivesse determinado a entrar. …
Read more

O castigo pela luz

outubro 8th, 2012 | Posted by Rafael Fidelix in Sem categoria - (0 Comments)

Artigo publicado na Revista Espírita de Julho de 1864 NOTA: Numa das sessões da Sociedade Espírita de Paris, em que se havia discutido a perturbação que geralmente se segue à morte, um Espírito manifestou-se espontaneamente à Sra. Costel, pela comunicação que se segue, que ele não assina: Por que falais da perturbação? Por que essas …
Read more

Suicídio por obsessão

setembro 22nd, 2012 | Posted by Rafael Fidelix in Sem categoria - (0 Comments)

Artigo publicado na Revista Espírita de Janeiro de 1869 Lê-se no Droit: “O Sr. Jean-Baptiste Sadoux, fabricante de canoas em Joinville-le-Pont, percebeu ontem um jovem que, depois de ter vagado durante algum tempo sobre a ponte, subiu no parapeito e se atirou ao Marne. Imediatamente ele foi em seu socorro e, ao cabo de sete …
Read more

Artigo publicado na Revista Espírita de Setembro de 1868 A pergunta seguinte nos foi proposta ultimamente por um dos nossos assinantes: “De lado todo preconceito de seita e de ideia mística, a qualificação de santo denota uma certa superioridade espiritual, porque, para merecer esse título, é preciso ter-se distinguido por atos meritórios quaisquer. De acordo …
Read more