Acesso aos Livros Espíritas no Século XIX

Não costumamos pensar em como as obras de Allan Kardec se popularizaram, não pensamos com a cabeça das pessoas do século XIX. Qual o background cultural que levava alguém a se interessar em comprar uma obra com o título de O LIVRO DOS ESPÍRITOS?

Se considerarmos que os fenômenos espíritas ocorriam no mundo inteiro e que as pessoas antes de ouvir falar de Allan Kardec já se interessavam pelo assunto, se considerarmos que que as pessoas estudavam aquelas manifestações, também faziam questionamentos, também recebiam mensagens de Espíritos amigos e familiares…se considerarmos tudo isso e que muito disso foi graças aos estudos já bem difundidos do magnetismo, então podemos conceber o que levaria as pessoas, enquanto folheavam seu jornal, a se interessarem por aquelas obras de Allan Kardec.

Segue imagens do Jornal do Comércio(RJ) que continham anúncios de livrarias e suas novidades. É bem verdade que esses recortes não datam do lançamento do Espiritismo, ou seja, não se trata do primeiro contato que os leitores do Jornal têm com as obras espíritas, mas da pra ter uma ideia de como a coisa se difundiu rapidamente. A primeira imagem é 1863 e a segunda é de 1868.