Categorias
Sem categoria

Um caso de loucura causado pelo medo do diabo

Artigo publicado na Revista Espírita de Fevereiro de 1869 Numa cidadezinha da antiga Borgonha, que nos abstemos de citar, mas que, se necessário, poderíamos declinar, existe um pobre velho que a fé espírita sustenta em sua miséria, vivendo minguadamente da venda ambulante de bugigangas pelas localidades vizinhas. É um homem bom, compassivo, que presta serviços […]

Categorias
Sem categoria

Aparição de um filho vivo a sua mãe

Artigo da Revista Espírita de Março de 1869 O fato seguinte é relatado por um jornal de medicina de Londres e reproduzido pelo Journal de Rouen, de 22 de dezembro de 1868:

Categorias
Sem categoria

Caso de identidade

Artigo publicado na Revista Espírita de Julho de 1867 Um dos nossos correspondentes de Maine-et-Loire transmite-nos o fato seguinte, que se passou aos seus olhos, como prova de identidade: Há algum tempo o Sr. X… estava gravemente doente em C…, em Touraine, e sua morte era esperada a cada instante. A 23 de abril último, […]

Categorias
Sem categoria

Espíritos visitantes

Artigo publicado na Revista Espírita de Outubro de 1863 FRANÇOIS FRANCKOWSKI Certas pessoas imaginam que os Espíritos só vêm ao apelo que se lhes faz. É um erro em que não incorrem os que conhecem o Espiritismo, pois sabem que muitas vezes eles se apresentam espontaneamente, sem serem chamados, o que nos leva a dizer […]

Categorias
Sem categoria

Da proibição de evocar os mortos

Artigo da Revista Espírita de de Outubro de 1863 Alguns membros da Igreja apoiam-se na proibição de Moisés para proscrever as comunicações com os Espíritos, mas se sua lei deve ser rigorosamente observada nesse ponto, deve sê-lo igualmente em todos os outros. Por que seria boa em relação às evocações e má em outras partes?

Categorias
Magnetismo

O Magnetismo e o Espiritismo comparados

Dissertação espírita na Revista Espírita de Junho de 1867 “Ocupei-me em vida da prática do magnetismo do ponto de vista exclusivamente material. Ao menos assim o cria. Hoje sei que a elevação voluntária ou involuntária da alma que faz desejar a cura do doente é uma verdadeira magnetização espiritual.